HGV terá Dia de Sensibilização sobre a sepse

Top Clip Monitoramento & Informação

Com o objetivo de orientar e reforçar as medidas de prevenção, o Núcleo de Segurança do Paciente, a Gerência de Enfermagem e a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Getúlio Vargas (HGV) promovem, nesta quinta-feira (22), um Dia de Sensibilização sobre a Sepse, também conhecida como “ infecção generalizada”. A ação contará com a distribuição de material informativo e faz parte das atividades que marcam o Dia Mundial da Sepse, comemorado no dia 13 deste mês.Segundo Nirvania Carvalho, coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do HGV, o objetivo é reforçar, junto aos profissionais que atuam na assistência, a manutenção de cuidados como a higienização adequada das mãos; uma ação simples, mas de grande importância para a prevenção de infecções. “O intuito é sensibilizar e alertar sobre a importância do trabalho de todos para o cuidado com os pacientes neste sentido”, explica Nirvania Carvalho.O HGV já conta com um protocolo específico para a sepse. “O hospital faz rotineiramente atividades junto aos colaboradores, alertando os profissionais e transformando a equipe em multiplicadora das boas práticas de segurança do paciente. Para isso, existe a necessidade de que todos tenham consciência da gravidade do problema, daí o porquê dessas ações contínuas”, completa a coordenadora.A sepse é uma resposta inflamatória do organismo causado por um agente infeccioso, sendo atualmente um problema de saúde pública mundial. De acordo o Instituto Latino Americano da Sepse (Ilas), estima-se entre 15 e 17 milhões de casos por ano no mundo. Desse total, 670 mil acontecem no Brasil.Os sintomas mais comuns são febre alta, baixa produção de urina, ritmo cardíaco e respiração acelerados, agitação e confusão mental. O diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento são medidas fundamentais para o controle da sepse e suas complicações.
Fonte: Governo do PI-PI
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *