Instituto Latino Americano de Sepse – Sepse em Foco - Nº 17 - Dezembro - 2018
 

ILAS no CBMI. Evento reuniu mais de 3 mil participantes

De 29 de novembro a 1º de dezembro, São Paulo foi palco do maior evento de terapia intensiva da América Latina, o 23º Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva, promovido pela AMIB – Associação de Medicina Intensiva Brasileira. O evento reuniu mais de 3 mil participantes vindos de todos os estados brasileiros e de outros países.

Foram três dias de programação científica, com 260 palestrantes, além de cursos pré-congresso. “O CBMI foi um sucesso de crítica, os convidados estrangeiros absolutamente fascinados com nosso evento, elogiando muito a qualidade científica, das apresentações e dos apresentadores. O público de intensivistas me deu um feedback muito positivo, todos eram só elogios e esperamos continuar mantendo o mesmo nível de qualidade nos próximos anos”, disse Dr. Ciro Leite Mendes, presidente da AMIB.

Uma das modalidades implantada no CBMI 2018 foi o “Círculo”: um espaço no meio da Exposição Paralela, no qual durante 30 minutos um especialista respondeu a perguntas da plateia em uma sessão aberta. A Dra. Flávia Machado, coordenadora científica do ILAS, apresentou o tema “Sepse: onde reina a controvérsia”, no dia 29 de novembro, com a moderação do Dr. Thiago Lisboa (RS), e o Dr. Luciano Azevedo foi o especialista do dia 30 de novembro, com o tema “Fluídos e outras drogas”, com a moderação do Dr. Fernando Suparregui Dias (RS).

Dr. Luciano Azevedo também participou da discussão “Impacto das pesquisas multicêntricas na assistência ao paciente grave” com o tema “Os estudos SPREAD: o que mostram a nossa realidade? ”, e na Sessão Temática Sepse “Melhorando a qualidade do atendimento ao paciente séptico” abordando “Como melhorar o atendimento e reduzir letalidade na América Latina”. Dra. Flavia Machado também participou dessa sessão com o tema “Bundle: da primeira hora: prós e contras”. A médica também compôs a mesa “Desafios nos cuidados e UTI” com a discussão “A rede de pesquisa é uma prerrogativa somente dos países de alta renda?”.

Sessão de Temas Livres CBMI 2018 – Os trabalhos submetidos à Sessão de Temas Livres do CBMI 2018, na modalidade Sepse, enviados pela Dra. Flavia Machado e pelo Dr. Luciano Azevedo, foram selecionados para serem apresentados em plenária. Dr. Luciano abordou o tema “Conhecimento do público leigo sobre sepse no Brasil: uma comparação 2014-2017” e a Dra. Flávia “SPREAD-ED – Sepsis Prevalece Assessment Database in Emergency Departament: epidemiological sepsis profile in brazilian emergency departament”.





O ILAS também não poderia faltar a esse grande momento da terapia intensiva e participou da Exposição Paralela com um estande. Durante os três dias, a equipe formada por Aline Bossa, Juana Jardim e Joice Andrade receberam os congressistas que buscavam informações sobre a sepse e o trabalho do ILAS, em especial sobre o XVI Fórum Internacional de Sepse | ISF 2019. Algumas promoções foram criadas para despertar as inscrições no evento de 2019 e foi positivo!
  Voltar